Mococa é um município brasileiro do estado de São Paulo, faz parte da Região Metropolitana de Ribeirão Preto (RMRP), sendo uma das subsedes metropolitanas. Localiza-se a uma latitude 21º28’04” sul e a uma longitude 47º00’17” oeste, estando a uma altitude de 645 metros. A cidade de Mococa localiza-se no nordeste do Estado de São Paulo, distante 113 km de Ribeirão Preto a maior cidade da região. Sua população estimada em 2014 era de 68.695 habitantes. O município é constituído também por dois distritos: Igaraí e São Benedito das Areias.

História

Mococa teve, como um de seus fundadores, Gabriel Garcia de Figueiredo, o Barão de Monte Santo. No cerne do período imperial, o povoado, até então conhecido como São Sebastião da Boa Vista, em meados da década de 1840, passou, em 1857, a ser considerado uma freguesia. Em 1871, passou à condição de vila e somente em 1875 veio a ser considerada cidade oficialmente.

Em 1842, foi implantada a primeira lavoura de café, vindo a gerar cidades e citadinos. A mão de obra era de escravos trazidos da África. Após 1888, data da abolição da escravatura, fez-se necessária a substituição da mão de obra escrava. A cidade passou, então, a receber uma massa de imigrantes, em sua esmagadora maioria de Italianos (cerca de 9 000) e, em menor escala, de alemães, austríacos, espanhóis, portugueses e libaneses. Como resultado, houve uma fusão cultural e cosmopolita em pleno “sertão do pardo”, período este conhecido como a “belle époque caipira”, qualificando Mococa como uma das cidades produtoras do melhor café do Brasil. A florada civilizadora do café tornou os cafeicultores da cidade parte da elite social brasileira. Porém, entre 1914 e 1918, período da Primeira Guerra Mundial, ocorreu a desorganização do comércio internacional, desestruturando a economia cafeeira devido à retração dos mercados consumidores. A partir desse período, os fazendeiros passaram investir na criação de gado de leite. Em 1932, a cidade passou a ser um dos fronts da Revolução constitucionalista no conflito entre mineiros e paulistas.

Etimologia

O nome da cidade se origina da língua tupi e significa “casa de mocó”, a partir da junção dos termos mokó (“mocó”) e oka (“casa”).

Turismo

Tem, como atrações turísticas: o centro histórico, diversas igrejas, museus e casa de cultura. O turismo rural e de eventos também merece destaque, podendo serem exemplificados o Troféu Chico Piscina e Kim Mollo (ambos de natação) e a Semana Universitária Mocoquense.

Acesso

O município está ligado à rodovia Ademar de Barros (SP-340), uma das principais do estado, com pista duplicada, ligando Mococa a Campinas. É considerada a quinta melhor rodovia do Brasil, segundo o Guia Quatro Rodas.

Educação

Possui as escolas técnicas estaduais do Centro Paula Souza, a ETec Francisco Garcia e a ETec João Baptista de Lima Figueiredo. Possui duas faculdades: a Faculdade de Tecnologia de Mococa, onde são ministrados os cursos “Informática com Ênfase em Gestão em Negócios”, “Informática com Ênfase em Banco de Dados e Rede de Computadores” ,”Agronegócio”, “Gestão Empresarial” e “Gestão da Tecnologia da Informação” e a Faculdade da Fundação de Ensino de Mococa, onde são ministrados os cursos de Administração Geral, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Pedagogia, Letras e Matemática.

Vídeo sobre a cidade de Mococa

Mapa da cidade de Mococa